As passagens aéreas são os primeiros itens a serem comprados quando você começa a de fato pagar as coisas da sua viagem.

É importante compra-las antes de reservar o hotel por causa da flutuação de preços. Às vezes indo um dia antes ou depois do planejado você acaba economizando bastante, e se você já estiver com a reserva do hotel feita pode acabar tendo dor de cabeça para remarcar sua chegada.

Para encontrar passagens mais baratas você precisará de uma dessas duas coisas:

flexibilidade ou planejamento.

Tem muita gente que consegue viajar a qualquer momento do ano pois tem flexibilidade no trabalho, e com isso as chances de conseguir uma promoção super boa são muito maiores, especialmente se você acabar indo viajar na baixa temporada (principalmente Abril, Maio e Setembro).

Apesar disso a maioria das pessoas tem datas fixas para tirar férias, até porque a maioria vai com os filhos que não podem faltar por tantos dias seguidos na escola. Essas pessoas precisam de planejamento para encontrar as passagens ideais a um preço justo, mesmo que acabem viajando em alta temporada como Julho, Dezembro e Janeiro. Nesse caso, se prepare para “morar” nos sites das cias aéreas, porque você vai ter que pesquisar bastante antes de comprar.


ONDE BUSCAR O MELHOR PREÇO

Existem centenas de sites que prometem te ajudar a encontrar o melhor preço de passagem aérea. Aí você faz a busca, encontra um preço super bacana e na hora de pagar… TAXAS! Quase dá pra comprar mais uma passagem só em taxas! Por isso, eu recomendo bastante o uso do Kayak. É uma ferramenta bastante conhecida e de confiança, pode procurar pela internet que você só verá boas referências. No Kayak você consegue, além de pesquisar as passagens, criar alertas para que você seja o primeiro a saber quando rolar uma promoção pra aquele dia e destino específicos. Eu uso e recomendo muito!

Acessar o Kayak

ANTECEDÊNCIA

Essa coisa de quanto antes você comprar suas passagens aéreas, melhor é balela. Teve um ano que eu resolvi dia 11 de Dezembro que viajaria para Orlando dia 23 do mesmo mês, e peguei passagens a um preço inacreditável. Eu dei foi MUITA sorte, mas se eu tivesse me planejado algumas semanas antes, talvez tivesse conseguido algo melhor ainda.

A verdade é que as cias aéreas não fazem promoções antes de 200 dias para um determinado voo acontecer. Eles ainda tem a expectativa de vender o voo todo a preço cheio, não tem porque “queimar” barateando tão cedo assim.

As cias também costumam determinar os preços de acordo com a classe de tarifa. Isso não é “primeira classe/classe executiva”, é um pouco mais abstrato. Por exemplo, se a cia tem 100 poltronas na classe econômica, ela vende 10 poltronas por R$1000, 20 por R$1.200, 40 por R$1.600, e assim por diante. As primeiras costumam ser as tarifas promocionais. É por isso que às vezes você paga R$2.000,00 numa passagem e a pessoa do seu lado pagou R$2.800,00 pra ir no mesmo voo e receber o mesmo serviço que você. Você comprou uma classe de tarifa diferente. Quando uma classe se esgota, o preço muda automaticamente para o próximo. Se as passagens mais caras sobram, acontecem as promoções como a que eu peguei.

A média recomendada é que você compre suas passagens para a baixa temporada entre 30 e 60 dias antes da sua viagem, e para a alta temporada, de 60 a 120 dias antes. Pode parecer muito em cima, mas a verdade é que nos últimos anos tem dado super certo pra mim esses prazos, e eu tenho conseguido voos ótimos (até porque, com esse dólar fica impossível viajar sem passagens baratas).


MELHOR DIA, MELHOR HORA, MELHOR PREÇO

Você pode nem imaginar, mas as passagens muitas vezes mudam de preço só de acordo com a demanda de busca, mesmo que ninguém esteja comprando. E quando as pessoas costumam procurar mais as passagens? Normalmente entre sexta e segunda-feira. Sexta é aquele dia que você já tá cansado da semana e quer muito viajar e descansar. Sábado e domingo você tem tempo para procurar. E segunda-feira é aquele dia que a maioria das pessoas odeia, e antes de abrir o excel já está no site da cia aérea pesquisando preços querendo escapar dali o quanto antes.

Se você fizer suas buscas entre terça e quinta, e ainda buscar entre 0:00 e 8:00, e depois entre 14 e 16:30, suas chances de conseguir preços bons são melhores. Eu já vi passagens oscilarem R$400,00 em um dia de acordo com o relógio.


CHEGADAS E PARTIDAS

Imagina que perfeito: trabalhar até às 17h na sexta, ir pra casa, pegar as malas e pegar seu vôo direto pra Orlando às 23h, chegando lá 7h da manhã, pronto pra começar o dia. Ou imagina aproveitar todos os dias da sua viagem e chegar no Brasil só no domingo à noite pra poder trabalhar na segunda-feira.

Se é perfeito pra você, é perfeito pra muita gente. Se é perfeito pra muita gente, é obviamente mais caro pela demanda.

Se você procurar voos que saem daqui e chegam de volta terça, quarta ou quinta, eles também serão mais baratos, isso é fato! Vale a pena negociar suas horas no trabalho e fazer esse sacrifício.


VOOS COM ESCALA X VOOS DIRETOS

A comodidade do voo direto é insuperável, mas se eu peguei 4x para Orlando, foi muito. Isso porque essa comodidade e conveniência tem seu preço, e certamente são raríssimas as vezes que o voo direto tem um preço parecido ou mais em conta do que um voo com escalas.

O bacana de escolher um voo com escalas é você acabar conhecendo outras cidades por tabela. Dá até pra programar ficar alguns dias por lá também conhecendo outro destino. Só fique atento com o tempo da escala. Já vi voos quase de graça pra Orlando e quando fui pagar percebi que a escala tinha 22h de parada na ida e 34h(!) na volta. Fica impraticável, aquele velho barato que sai caro. Procure sempre uma escala de 2 a 4 horas, porque menos do que isso não dá tempo de fazer imigração na maioria dos aeroportos, e mais que isso fica complicado, especialmente com crianças. Ano passado fiz uma escala de 8 horas em Atlanta e foi bem chato. Não dava tempo de conhecer a cidade, e o tempo no aeroporto não passava, mesmo depois de andar ele inteiro.


FUJA DO ÓBVIO (GRUMCO)

Quando você começar a pesquisar vai se deparar com as siglas dos aeroportos e talvez fique um pouco perdido sem saber pra onde está indo, e por isso pode acabar engessando a sua pesquisa, colocando sempre a opção mais popular, Guarulhos – Orlando.
Orlando (aeroporto MCO) fica muito próxima de Fort Lauderdale (FLL) e Miami (MIA), que também possuem aeroportos internacionais. São Paulo (GRU)  fica muito próxima de Campinas (VCP) , que também tem um aeroporto internacional com voos diários para as 3 cidades americanas mencionadas. Você sempre pode fugir do GRU-MCO e tentar GRU-MIA, GRU-FLL, VCP-MCO, VCP-FLL, VCP-MIA… até mesmo sair de Congonhas (CGH), fazer escala no Rio de Janeiro (GIG) e de lá ir direto para o Orlando (CGH-GIG-MCO). É tudo uma questão de flexibilidade pra encontrar a melhor opção para o seu bolso.


MAS TÁ CARO OU TÁ BARATO?

Não sei falar pra você sobre saída de outros estados fora de São Paulo porque eu sempre saí daqui, mas com o tempo eu adquiri uma noção boa pra saber se a passagem em questão vale a pena ou não. Segue meu termômetro (valores por pessoa):

BAIXA TEMPORADA

R$900 a R$1.100 | nem pára pra pensar, compra agora!
R$1.200 a R$1.500 | muito barato!
R$1.600 a R$2.000| na média
R$2.100 a R$2.500 | aceitável
R$2.600 a R$3.000 | caro

ALTA TEMPORADA

R$1.800 a R$2.200 | nem pára pra pensar, compra agora!
R$2.300 a R$2.600 | muito barato!
R$2.700 a R$3.000| na média
R$3.100 a R$3.800 | aceitável
R$3.900 a R$4.500 | caro


Tem alguma dica para compra de passagens que eu não comentei? Divide com a gente!

Disney Point é um blog independente, não sendo afiliado ou mantido pela The Walt Disney Company. As informações contidas aqui representam as opiniões da autora, colaboradores e usuários.
Walt Disney World Resort, Universal Orlando Resort, Sea World, Legoland Florida e outras empresas citadas são marcas registradas.