Muita gente que sonha em ir pra Disney acaba desistindo de realizar esse desejo por insegurança. Não importa se você se sente inseguro porque acha que não vai aproveitar a viagem, já que acha que não vai entender alguns shows, ou se você se sente inseguro porque tem medo de sequer conseguir entrar no país ou se alimentar.

O que eu vim te dizer hoje é: não desista! O inglês pode ser um obstáculo, mas não é uma barreira. A Disney fala muito mais com energia e sentimentos do que com palavras. Não vai ser porque você tem inglês básico, que você vai deixar de se divertir. Pensando em te ajudar da melhor forma possível, eu pedi uma ajuda pra uma super amiga minha, a Bea. A Bea trabalhou comigo na Disney, e desde então somos inseparáveis. Ela dá aulas particulares de inglês, e eu pedi pra ela fazer um apanhado de tudo o que mais costuma pegar pra quem está indo viajar pela primeira vez sem estar muito seguro do inglês. O resultado disso você confere aqui embaixo! São dicas super úteis sobre imigração, compras, hospedagem e muito mais. Vem conferir!

Eu e a Bea no Epcot durante o intercâmbio de trabalho na Disney

INGLÊS NA VIAGEM – POR BEATRIZ TELLER

Imagine. Você chega em Orlando e um moço no aeroporto diz “How are you doing?” e e você percebe que só entendeu o que ele disse porque fez aquela básica maratona de Friends nas últimas férias e o Joey é seu personagem favorito. Você tenta pensar em uma resposta, mas sua mente tem um déjà vu das provas de química da escola e você tem zero idéias de como proceder. Já bateu o pânico. Eu sei, eu entendo e estou aqui para te dar algumas dicas. 🙂

Joey de Friends e seu clássico How You Doin’? ou “Como vai você?”

Quando pensamos em viagens internacionais, temos que pensar nos vários momentos que precisaremos nos comunicar e nos preparar para eles. Tanto pra não passar fome quanto para poder fazer nossas comprinhas tão esperadas (pensa em todas as coxinhas que você não comeu guardando dinheiro pra essa viagem). Mas muitos esquecem que quando você chega lá, até antes de ver o Mickey, vai rolar uma conversa com os fiscais da imigração. Calma, não surta! Eles estão acostumados com turistas de primeira viagem e, normalmente, vão te perguntar o básico.

Comece a conversa com um “good morning” (bom dia) ou “hello” (olá) com um sorriso e ele continuará a conversa mais ou menos como a seguir:
Can I see your passport, please? (Posso ver o seu passaporte?)
Yes, sure (Sim, claro) – diz você, totalmente confiante no inglês
How long are you staying in the US? (Quando tempo você ficará nos EUA?)
I’m staying for… (Ficarei por…) – aí depende de quanto você vai ficar.
Dias = days;
Semanas = weeks;
Mess = months.
Where are you coming from? (Da onde voce veio?)
I’m from Brazil (Sou do Brasil)
Why are you visiting the States? (Qual o propósito da sua viagem?)
I’m here on vacation to visit Disney (Estou aqui de férias visitando a Disney) – segura a emoção.
Where are you staying? (Onde você ficará?)
I’ll be staying at a hotel (Ficarei em um hotel) – nessa hora você pode mostrar a reserva do hotel, com endereço e as datas planejadas.
Have you been to the USA before? (Você já veio pros EUA antes?)
No, this is my first time (Não, é a minha primeira vez)
Are you traveling alone? (Você está viajando sozinho?) – muitas vezes eles chamarão as famílias juntas para uma entrevista só, então essa pergunta vai rolar se você estiver sozinho ou com um grupo de amigos pequeno.
Thank you. Have a nice day.

Uma dica importante é ter sempre as reservas de hotel, do carro ou de qualquer outro evento que você já tenha planejado impressas e guardadas em um local de fácil acesso na mala de mão.

Agora, vão algumas palavrinhas que você pode encontrar nos letreiros dos aeroportos:
delay – atraso
flight – voo
gate number – número do portão de embarque
departure – partida
arrival – chegada
wait behind the yellow line – espere atrás da linha amarela
nothing to declare – nada a declarar
baggage claim – retirada de bagagem
parking garage – estacionamento coberto
insurance – seguro
imigração – customs

Mas aí você viu todas essas placas e ainda assim você se sente :

Vincent Vega perdidão no Aeroporto

Perguntinhas extras!!

– Where is the duty-free shop? (CADÊ O FREESHOP? Importantíssima)
– Where can I exchange money? (Onde posso trocar dinheiro?)
– Where can I get the bus to the hotel? (Onde posso pegar o ónibus para o hotel?)
– Where is the baggage claim? (Onde é a retirada de bagagem?)
– Where do I get a cab/taxi? (Onde posso pegar um taxi?)
– Where is my hotel shuttle? (Onde está o transporte coletivo do meu hotel?)
– I can’t find my luggage (Não encontrei minhas bagagens)
– Where is the “Lost and Found”? (Onde são os “achados e perdidos”?)
– Where is the car rental counter? (Onde é a locação de carros?)
– Where can I find a baggage kart? (Onde posso arrumar um carrinho?)
– On which floor is the parking lot? (Em qual andar é o estacionamento?)
– Where are you going? (Onde você está indo?) – essa pergunta pode acontecer no taxi, aí você pode apenas mostrar o papel da reserva ou, se quiser, exibir seu inglês falando o nome do hotel.
– How much for the ride from … to … ?  (Quanto custa a corrida de … até …?)

Aí você achou sua bagagem, achou seu meio de transporte e pode relaxar. Você vai ficar olhando pela janela do carro e ver todas as coisas ao seu redor e saberá que suas férias começaram assim que alguém disser “Olha, quantos carros importados!”. Essa piada é clássica. Seja legal e LOL, laugh out loud, ria alto.

Chegando no hotel, faça seu check-in. Muitos dos hotéis pedem pagamento adiantado pelo período que você vai ficar, coisa que no Brasil é apenas no check-out, então esteja preparado para utilizar cash (dinheiro) ou credit/debit card. Você pode ter algumas questões como:

– Is my room on the first floor? (Meu quarto é no primeiro andar?) – second floor (segundo andar), third floor (terceiro)
– Is it a smoke free room? (É um quarto de não-fumantes?)
– Where is the nearest pool? (Onde é a piscina?)
– Where is the food court? (Onde é a praça de alimentação?)
– What is the check-out time? (Que horas é o check-out?)

Saiba que a equipe que trabalha em locais que tem um índice de turismo elevado estão acostumados com turistas. Eles basicamente esperam que você já não saiba falar a língua e estão prontos a ajudar. Relaxe, aproveite e de risada das vezes que ficar perdido, pois serão memórias únicas da sua viagem. Dificilmente você ficará perdido duas vezes no mesmo lugar (a não ser que você esteja querendo ir do brinquedo da Ariel até o Castelo).

It’s a Trap! ou “É uma cilada!”

Se você ainda está com medo e quer mais dicas do inglês para aprender mais além do que este início da viagem, como compras, se comunicar nos parques, restaurantes e até bate papo com o motorista do Uber, terei o maior prazer de marcar umas aulas com você e sua família via Skype 🙂

HAVE A MAGICAL DAY ❤


 

E claro, Além de tudo o que a Bea colocou, não custa nada baixar o Google Tradutor no seu celular. Vai quebrar o maior galho, especialmente em restaurantes, quando você não entende muito bem quais são os ingredientes dos pratos.

Google Tradutor Apple Store Google Tradutor Play Store

 

A Bea tem um moooonte de alunos que ela atende via Skype. Se você quiser marcar uma aula pra perder a insegurança com alguém que não só sabe muito bem inglês, como também conhece bastante Orlando, seguem os contatos:

Telefone/Whatsapp: (19) 99902-7338
Email: [email protected]

Espero que você tenha aproveitado bastante as dicas! Aliás, tem mais alguma pra dividir com a gente?

Disney Point é um blog independente, não sendo afiliado ou mantido pela The Walt Disney Company. As informações contidas aqui representam as opiniões da autora, colaboradores e usuários.
Walt Disney World Resort, Universal Orlando Resort, Sea World, Legoland Florida e outras empresas citadas são marcas registradas.